Prospecções

textoO nevoeiro cria um espaço vazio.

Limita o que podemos ver, limita o que podemos nomear, limita o que podemos conhecer.
Faço prospecções nesse perímetro de visibilidade e avanço só até começar a identificar as formas que me cercam nesta fronteira de nada.

“Prospecções”, 2011 (trabalho em curso)
série «Compêndio do Nada»
Impressão a jacto de tinta
87x80cm